A Fonte Da Juventude

Recomendo vivamente o livro “A Fonte Da Juventude” de Peter Kelder.

Os 5 exercícios (ritos) nele ensinados são simples, não consomem muito tempo e os benefícios sentem-se logo desde o início.
Ajudam com o fluir da sua energia, dando um “boost” logo de manhã ao acordar que para mim é melhor do que qualquer café. Também me sinto mais centrado e “dentro de mim” – não substituindo as técnicas de grounding, é uma excelente prática complementar. Para finalizar (e sem querer prometer nada) pelo menos comigo aconteceu perder excesso de peso.

Ficam aqui excertos traduzidos:

 


Rito Número Um

“O primeiro rito,” continuou o Coronel, “é muito simples. É feito com o propósito de acelerar os vórtices [chakras]. As crianças fazem-no muitas vezes quando brincam.
“Tudo o que tem a fazer é estar de pé, direito e com os braços esticados e paralelos ao chão. Agora rode sobre si próprio até começar a ficar tonto. Uma coisa coisa importante: tem de rodar da esquerda para a direita. Ou seja, se puser um relógio no chão com a face virada para cima, o rodar do corpo será feito no mesmo sentido do movimento dos ponteiros.
“Ao princípio a maior parte dos adultos só será capaz de rodar sobre si próprio uma meia dúzia de vezes antes de ficar tonto. Enquanto principiante não tente fazer mais. E se quiser sentar-se ou deitar-se para recuperar das tonturas então faça isso sem hesitar. Foi o que aconteceu comigo. Ao início, pratique o rito apenas até ao ponto em que começa a ficar ligeiramente tonto. Mas com o tempo, quando começar a praticar mais os cinco ritos, será capaz de rodar mais e ter menos tonturas.
“Para evitar as tonturas pode fazer o mesmo que os dançarinos e os praticantes de patinagem artística fazem. Antes de começar a rodar, foque a sua visão num único ponto directamente à sua frente. Depois, quando começa a rodar, continue a fixar a sua visão nesse ponto, durante tanto tempo quanto possível. A certa altura esse ponto terá de deixar o seu campo de visão para que a sua cabeça possa rodar, seguindo o movimento do corpo. Quando isto acontecer, rode a cabeça muito depressa para voltar rapidamente a fixar o mesmo ponto de antes. Este ponto de referência ajuda-o a prevenir a desorientação e as tonturas.”

 

Rito Número Dois

(Se quiser faça uso de uma superfície, por exemplo um tapete de yoga, para praticar os ritos 2-5)

“Quando estiver deitado de costas, estenda os braços ao comprido, ao longo do corpo e deixe as palmas das mãos viradas para o chão, com os dedos juntos uns aos outros. Depois levante a cabeça do chão, chegando o queixo ao peito. Enquanto faz isto, levante as pernas (mantendo os joelhos direitos) até que elas fiquem na vertical. Se possível, deixe as pernas avançar até ficarem por cima do corpo, com os pés na direcção da cabeça. Mas não deixe os joelhos dobrar.
“Depois baixe lentamente a cabeça e as pernas, mantendo os joelhos direitos. Deixe todos os músculos relaxar e repita o rito.
“Com cada repetição, dê um ritmo à sua respiração: inspire fundo enquanto levanta a cabeça e as pernas; expire completamente enquanto as baixa. Entre as repetições e enquanto está a permitir aos músculos descansar um pouco, mantenha-se a respirar do mesmo modo. Quanto mais profundamente respirar, melhor.
“Se não conseguir manter os joelhos perfeitamente direitos, então deixe-os dobrar-se tanto quanto o necessário. Mas enquanto faz o rito, tente endireitá-los o máximo possível.”

 

Rito Número Três

“O terceiro rito deve ser feito logo a seguir ao segundo. Também é muito simples. Tudo o que tem a fazer é ajoelhar-se no chão, mantendo o tronco direito. As mãos devem estar encostadas aos músculos das coxas.
“Agora, incline a cabeça e o pescoço para a frente, encostando o queixo ao peito. Depois, mova a cabeça e o pescoço para trás tanto quanto for possível, arqueando a espinha. Enquanto arqueia a espinha, ajude a suportar essa posição contraindo os músculos dos braços, que estão direitos. Depois de arquear a espinha, volte à posição inicial e comece o rito todo do início.
“Tal como com o segundo rito, deve fazer uma respiração com ritmo. Inspirar fundo enquanto arqueia a espinha e expirar completamente o ar quando volta à posição inicial das costas direitas. Respirar fundo é muito benéfico, por isso ponha tanto ar nos seus pulmões quanto possível.”

 

Rito Número Quatro

“A primeira vez que fiz o rito número quatro,” disse o Coronel, “parecia-me muito difícil. Mas depois de uma semana era tão simples como os outros.
“Primeiro, sente-se no chão com as pernas estendidas para a sua frente e os pés a cerca de 30 cm um do outro. Com o tronco erecto, coloque as palmas das mãos no chão, ao pé das suas nádegas. Depois, coloque o queixo encostado ao peito.
“Agora, ponha a cabeça para trás tanto quanto possível. Ao mesmo tempo, levante o seu corpo de maneira a que os joelhos se dobrem enquanto os braços ficam a direito. O tronco do seu corpo vai formar uma linha com a parte superior das pernas, horizontalmente com o chão, enquanto que ambos os braços assim como a parte inferior das pernas vão ficar na vertical, de maneira perpendicular ao chão. Depois contraia cada músculo do corpo. Finalmente, relaxe os seus músculos enquanto volta à posição original em que estava sentado, e descanse antes de repetir.
“Mais uma vez, a respiração é importante para este rito. Inspire fundo enquanto levanta o corpo. Sustenha a respiração enquanto contrai os músculos e expire completamente o ar enquanto trás o corpo de volta à posição inicial. Continue a respirar da mesma maneira enquanto descansa, entre cada repetição do rito.”

 

Rito Número Cinco

O Coronel prosseguiu, “Quando fizer o quinto rito, o seu corpo vai estar virado para baixo. Estará suportado pelas mãos, palmas contra o chão, e com os dedos dos pés flexionados. Durante este rito, as mãos assim como os pés, devem estar posicionados a cerca de 60 cm um do outro, e os braços e as pernas devem ser mantidos direitos.
“Comece com os seus braços perpendiculares ao chão e a espinha arqueada, de maneira a que o corpo esteja numa posição pendente. Agora ponha a cabeça para trás tanto quanto possível. Depois, dobrando o corpo, ponha-se numa posição de “V” invertido. Ao mesmo tempo, encoste o queixo ao peito. E pronto, é tudo. Depois volte à posição original e comece o rito todo outra vez.
“Ao fim da primeira semana, a maior parte das pessoas acha este um dos ritos mais fáceis de se fazer. Quando se tornar mais versado neste rito, deixe o corpo cair da posição de “V” invertido até quase, quase tocar no chão. Contraia os músculos por um momento, tanto no ponto em que o corpo está mais levantado (o V invertido) como no ponto em está mais baixo e com as costas arqueadas.
“Continue o mesmo padrão de respiração usado nos ritos anteriores. Inspire fundo enquanto levanta o corpo. Expire completamente o ar enquanto devolve o corpo à posição inicial”

 


O livro aconselha a fazer as coisas com calma e sem forçar. Se houver algum exercício que não consiga fazer ao início, não há problema – com o tempo e a prática dos outros exercícios vai ser possível melhorar as suas capacidades.
Ao início cada rito deve ser feito, se possível, pelo menos 5 vezes, progredindo no número de repetições até um ideal de 21 vezes seguidas. Desde que iniciei esta prática, há cerca de um mês, ainda não fiz rotinas com mais de 8 ou 9 repetições mas nota-se logo desde o início a sua influência positiva. As melhores alturas para o fazer são de manhã ao acordar e à noite antes de deitar.

O livro trata de várias outras coisas relacionadas com o bem-estar e a saúde, mas estes cinco ritos são o essencial.

Água, fonte da vida

Nunca fui muito de beber água, de me preocupar com a dieta ou com fazer exercício, mas nos últimos anos (tenho 37) parecia que o corpo me começava a pregar partidas e eu não sabia de onde nem porquê. Quando decidi começar a tratar melhor de mim próprio, este livro foi das primeiras coisas que apareceram.
Muito recomendado!

Excerto:
“Para corrigir um problema de saúde causado pela desidratação torna-se necessário uma mudança do estilo de vida. O essencial do programa da Cura de Água é simplesmente água e sal em quantidade suficiente; exercício com regularidade; uma dieta equilibrada, rica em minerais e que inclui muita fruta, vegetais e as gorduras essenciais necessárias para a criação das membranas celulares, hormonas e criação das membranas celulares; exclusão da cafeína e do álcool; e meditação para resolver e detoxificar pensamentos stressantes. A exclusão de adoçantes artificiais da sua dieta é uma necessidade absoluta para melhorar a saúde.”

Water For Health, For Healing, For Life: You’re Not Sick, You’re Thirsty!

Efeitos visíveis da orgonite

Já me pediram várias vezes provas visíveis dos efeitos da orgonite e nem sempre me lembro dos melhores exemplos mas acho que esta página da loja Quebec Orgone tem algumas fotos elucidativas. Tirando a experiência com o cloudbuster que implica um investimento maior, são tudo coisas fáceis de reproduzir 😉

https://www.quebecorgone.com/en/visible-effects-of-orgone

A Conspiração da Nova Idade das Trevas

The New Dark Ages Conspiracy (PDF) por Carol White é um retrato (senão fiel então bastante próximo) da conspiração para manter a Humanidade ignorante e embrutecida, num mundo onde a ciência é substituída pelo misticismo e o acesso à prosperidade nos é vedado pela imposição de uma escassez artificial.

O centro de controlo da Nova Ordem Mundial está em Londres e os seus membros – as chamadas “elites” – comportam-se como parasitas da humanidade, ocupados desde há séculos com o garantir que nada mude. Têm-no feito através da guerra, grande destruidora do potencial humano, mas também com a sua infiltração na ciência, cultura e religião, com o propósito de degenerar, provocar mais divisões e conflictos e de um modo geral impedir a evolução da Humanidade.
Assim o ser humano, ocupado na maior parte do dia em garantir a própria subsistência e encorajado a passar o resto do tempo com distrações inúteis, tem sido impedido de ter mão no seu próprio destino.

Como exemplo tivemos em meados do século 19 a Guerra do Ópio, imposta pelo Império Britânico à China, com o propósito único de forçar o comércio livre do ópio (produzido na Índia), conseguindo em troca toneladas de prata e a degradação da própria sociedade chinesa, consumida pela droga. Ainda hoje o comércio internacional do ópio está nas mãos das mesmas famílias.

Felizmente temos a internet para pôr a descoberto essa oligarquia mundial e ferramentas como a orgonite para desfazer os seus planos 😎

Material barato para Tubos de Terra

http://www.ikea.com/pt/pt/catalog/products/70217973/#/70217973

A IKEA tem umas pernas de mesa boas e baratas para a construção de Tubos de Terra (earthpipes), ferramenta imprescindível na limpeza da energia subterrânea. Cada perna de mesa dá perfeitamente para 2 tubos.

Esta dica veio do Frode, membro escandinavo do fórum Etheric Warriors. Obrigado Frode 😉

Como fazer o tubo de terra.

Envio de energia positiva com o Sol Galáctico Central

Está aqui outra técnica de envio de energia positiva partihada pela Dooney:

“Não postei nada durante uma temporada (outra vez) porque tem havido muito que fazer por aqui, desde cirurgia dentária e analgésicos (eca!), a cães marotos, a ataques de draconianos e envio de energia positiva com o Sol Galáctico Central. Esta é uma nova técnica que o Stevo está a desenvolver e ele tem sido atacado fortemente por causa disso. Se fores ao site Stillness in the Storm e procurares por ‘galactic central sun’ vais encontrar informações interessantes. Algumas coisas nesse site são desinformação, mas tal como com tudo o resto temos de usar o nosso discernimento. O Stevo tem trazido a energia do sol galáctico central até ao seu espaço; aqui estão as suas palavras:

“Traz um ‘cordão’ desta energia com 90 centímetros de diâmetro desde o sol galáctico central até à tua coroa, para baixo até ao teu cordão de ligação à terra, seguindo o cordão até ao centro do planeta. É um bocado como o feixe de transporte da série de TV antiga O Caminho das Estrelas

Depois ele usa esta energia para enviar energia positiva do seu chakra do coração, e é uma coisa muito poderosa. É o próximo estágio para além de trazer energia do sol dourado para o nosso espaço, que faz parte do meu Exercício Básico de Ligação à Terra. Parece que quando se envia energia positiva a um alvo desta maneira é muito mais fácil de se ter resultados rápidos. Quase não se tem de pensar em quem está a fazer mal quando se está a enviar energia positiva a alguém que está a ser atacado. Muito facilmente se envia a energia e os alvos são afectados automaticamente. De qualquer das maneiras é uma coisa boa de experimentar.

Achamos que o Stevo está no caminho certo porque eles estão a tentar impedi-lo de fazer este tipo de trabalho com a energia. Ele também usa esta técnica para enviar energia positiva ao planeta inteiro. Houve um incidente com um Homem de Negro que o injectou no meio da noite, causando-lhe tanta dor que ele acordou. De manhã havia a costumária marca vermelha na testa. Ele tem estado a fazer várias coisas para a desintoxicação do que quer que lhe tenham injectado (a nossa intuição é de que era um cancro de acção rápida) e ele tem visto confirmada a ideia de que cada vez mais ele tem de estar no seu caminho espiritual 24 horas por dia, sem descuidos.

Eu acho que é essa a mensagem que muita gente tem percebido hoje em dia. Quanto mais uma pessoa se desliga do seu caminho, mais difícil a vida se torna. Este é uma altura em que toda a gente se está a polarizar entre os que estão presos no mundo tridimensional e os que se estão a tornar num ser multi-dimensional e de amor, que é o que é suposto sermos. Esta é a altura para fazeres coisas saudáveis com o corpo, o teu veículo espiritual, para que possas crescer espiritualmente. Para cresceres espiritualmente tens que auto-disciplinar os pensamentos e as acções, deixando de lado a raiva e o julgamento e todas as coisas que nos mantêm presos em 3D. Lembra-te de tudo o que está para além das tuas experiências imediatas e envia amor tanto quanto possível. Mantem o teu espaço limpo e lembra-te que quem realmente és.

Tu consegues!”

Lista Parcial de Antenas Da Rede Móvel

Ok, estes mapas deixaram de ser actualizados em 2013 mas o que temos já não é mau. A mim já me inspirou a fazer “excursões”, espero que brevemente.

Antenas TMN/MEO
Antenas Optimus/NOS
Antenas Vodafone

Tenham também em atenção que várias antenas estão marcadas um pouco afastadas da sua localização real – que eu tenha visto, até cerca de 200 metros. Isso não é impedimento a uma bem-sucedida acção de gifting se for fora da cidade. Se quiseres faz um reconhecimento prévio, utilizando por exemplo o google streetview.

O gifting da cidade pode ser feito em grelha – penso que um tomba-torres a cada 200 ou 250 metros deve fazer o efeito desejado. As peças de orgonite trabalham juntas e quando dispostas em grelha fazem valer o seu efeito para além da capacidade individual de cada uma. Para além disso estamos sempre à vontade para acrescentar orgonite quando aparece alguma coisa que achamos merecer mais atenção 😉

Para quem precisar estão aqui os ficheiros KML, que podem ser usados com o google earth e outras aplicações compatíveis.